No amor ninguém pode machucar ninguém; cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso… Já me senti ferida quando perdi o homem por quem me apaixonei… Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém… Essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la.

Paulo Coelho.   (via inicializador)
via source

25 coisas que eu amo em você.
Eu amo o teu sorriso. Eu amo o carinho que só você sabe me dar. Eu amo o teu beijo. Eu amo o teu abraço. Eu amo a tua voz. Eu amo o teu cabelo. Eu amo as tuas manias. Eu amo a tua risada misturada com a minha. Eu amo quando você me trata feito um bebê. Eu amo quando diz que está com saudade. Eu amo quando sussurra em meus ouvidos o quanto me ama. Eu amo o teu cheiro. Eu amo andar de mãos dadas com você. Eu amo quando me chama de “namorada”. Eu amo quando diz que eu estou linda. Eu amo a tua cara de sono. Eu amo os apelidos que me dá. Eu amo o teu cheiro. Eu amo o teu rosto. Eu amo os teus olhos quase-verdes. Eu amo o jeito que fala. Eu amo a tua mão em meu corpo. Eu amo os teus conselhos. Eu amo o teu cavalheirismo. Eu amo tudo em você.

25 coisas que eu amo em você. (via nuveando)
via source

Se não fossem os ais e não fosse a dor.
E essa mania de lembrar de tudo feito um gravador

Clarice Falcão (via impulsionou)
via source
via source
via source

Mathew, 6 anos: Amor é quando alguém te magoa, e você, mesmo muito magoado, não grita, porque sabe que isso fere seus sentimentos.

Rebecca, 8 anos: Quando minha avó pegou reumatismo ela não podia se debruçar pra pintar as unhas dos pés desde então é meu avô que pinta pra ela mesmo ele tendo artrite.

Karl, 5 anos: Amor é quando uma menina coloca perfume e o garoto põe loção de barba do pai e eles saem juntos e se cheiram.

Lauren, 4 anos: Eu sei que minha irmã mais velha me ama, porque ela me dá todas as suas roupas velhas e tem que sair para comprar outras.

Tommy, 6 anos: Amor é como uma velhinha e um velhinho que ainda são muito amigos, mesmo conhecendo-se há muito tempo.

Billy, 4 anos: Quando alguém te ama a forma de falar seu nome é diferente.

Chrissy, 6 anos: Amor, é quando você oferece suas batatinhas fritas sem esperar que a pessoa te oferece as batatinhas dela.

Bobby, 5 anos: Amor é o que está com a gente no Natal, quando você pára de abrir os presentes e os escuta.

Nikka, 6 anos: Se você quer aprender a amar melhor, você deve começar com um amigo que você não gosta.

Samantha, 7 anos: Amor é quando você fala pra alguém alguma coisa ruim sobre você e sentimento que essa pessoa não ame mais você por causa disso ai você descobre que ela continua te amando e ate te ama mais ainda.

Jenny, 4 anos: Há dois tipos de amor, o nosso amor e o amor de Deus, mas o amor de Deus junta os dois.

Chris, 8 anos: Amor é quando mamãe vê o papai suado e mal cheiroso e ainda fala que ele é mais bonito que o Robert Redford.

Cindy, 8 anos: Durante minha apresentação de piano vi meu pai na plateia me acenando e sorrindo e era a única pessoa de quem eu não sentia medo.

Noelle, 7 anos: Amor é você falar pro menino que camisa linda voce ta usando e daí ele passa a usar a camisa todo dia.

Jessica, 8 anos: Não deveríamos dizer eu te amo a não ser quando realmente o sintamos. E se sentimos, então deveríamos expressá-lo muitas vezes. As pessoas esquecem de dizê-lo.

Patty, 8 anos: Amor é se abraçar, amor é se beijar, amor é dizer não.

Mary Ann, 4 anos: Amor é quando seu cachorro lambe sua cara, mesmo depois que você deixa ele sozinho o dia inteiro.

Karen, 7 anos: Quando você tem amor por alguém seus olhos sobem e descem e pequenas estrelas saem de você.

Max, 5 anos: Deus poderia ter dito palavras mágicas pros pregos caírem do crucifixo mais ele não disse, isso é amor.

via source
via source
via source
via source
via source
via source

Sei que a tua boca já beijou a outra que não a minha, sei que já amou a outros quando não me conhecia. Mesmo assim, teu carinho me tomou o peito e hoje sem você não mais consigo ser do mesmo jeito.

Los Hermanos.  (via dis-tancias)
via source

Ele disse baixinho que não queria me perder. Eu não tive reação. Não deveria ser assim. Não foi assim que eu planejei.

Veneza, 1995.  (via velejo)
via source

Se você perguntar o que me fez gostar de você, eu não vou saber responder. Posso até arriscar alguma coisa, elogiando o teu sorriso ou dizendo o quanto eu gosto desse teu jeito implicante e que me dá razão para tudo. Mas ainda seria pouco. É pouco. Eu posso continuar arriscando, dizendo que foram as tuas mensagens no meio da madrugada, falando que você perdeu o sono e que passou a noite pensando em mim. Em nós. Ou que foram as demonstrações de carinho e cuidado que você me deu, mesmo quando eu fui egoísta e mandei você embora. Posso, também, dizer que foram as noites que passamos conversando, coisas importantes e outras nem tanto, e que de tanto ficarmos juntos, peguei as tuas manias todas para mim. Posso dizer que foram as vezes que você me chamou para ficar ao teu lado, pra me dar um chamego ou um abraço quando eu me sentisse um pouco insegura em relação a qualquer coisa – ou pessoa – que ameaçasse roubar você de mim. Ou que foram os teus elogios e a tua maneira de me encher de mimo, mesmo quando eu teimo dizendo que não quero ou não preciso. Posso dizer, ainda, que foram a tua atenção e paciência, quando tudo que eu fiz foi te pedir pra me deixar em paz, quando rejeitei a tua companhia. Que foram todas as vezes que você me enxergou melhor do que eu realmente sou, e me fez querer ser melhor do que eu poderia ser. Que foram todas as vezes que você insistiu em mim e não desistiu de me mostrar que somos melhores juntos, um ao lado do outro, tendo um ao outro e sendo um do outro. Posso arriscar um pouco mais e dizer que foi quando você me surpreendeu com um “eu te amo tanto” ao invés de um “gosto tanto de você”. E juntando tudo isso, eu tenho você. Inteiro. Completo. Você. Que uma vez chegou a me dizer que estaria longe de ser quem eu esperava ou queria comigo. Você. Que não fazia parte dos meus planos, e por quem eu não poderia me apaixonar. Você. Que conquistou cada pedacinho de mim. E que ganhou meu coração. Você. Que tem o meu amor. E me tem, amor.

Plenitude.  (via inicializador)
via source

Não importa o que aconteça, você nunca me esquecerá. Não importa se você arranjou uma outra namorada e fala para ela todas as coisas clichês que falava para mim, não importa se ela é tão doce como eu nunca fui, não importa se ela é mais bonita, não importa se ela te faz sorrir mais que eu fiz. É de mim que você lembra nas tardes de sábado, é do meu capuccino que você lembra, são das minhas birras e manias - que você vivia a reclamar - que você sente falta, é de mim que você lembra ao ouvir ‘A Thousand Years’, é da minha voz que você sente falta de ouvir durante horas,sou eu a única que nunca ficou com raiva dos beliscões que levava de ti, são as minhas repentinas chegadas na tua casa que você espera, é com o meu perfume que o teu combina, minha amizade que nunca será substituida na tua vida, são as minhas fotos que te fazem sorrir, os teus planos futuros sempre serão apenas comigo, comigo, comigo e comigo.

Apenas eu, sempre. (via relevou)
via source